Início Opinião De... Butsu Makanda Ministro 17

Ministro 17

339
0
COMPARTILHE

Educação: Precisa aldeia toda para educar criança

A opinião de: Butsu Makanda

No Governo de Ministros, cada Ministro tem assuntos dele. Tem Ministro assunto dele chama educação, como maneira de ensinar pessoas viver com razão de respeitar, ajudar outro, saber bem coisas de vida, mais outros. Mesma coisa Makanda aprendeu na aldeia com pais dele, tios, vizinhos, amigos, escola, lelivaleni, igreja, mais outros. Ter pessoa sozinho ser Ministro de ensinar toda gente daqui é de muito pesado.

Lá na reunião de Ministros todos falar de educação. Jornais também, com radio, com televisão falar muito com preocupação. Mas preocupação dele muito tempo é carteiras para criança não estudar na chão. Depois outro assunto falar de escola, como casa onde aluno vai estudar. Quando fala educação só fala coisas de escola de fazer contas, falar coisas de historia, falar onde fica o quê na geografia, falar coisas que tem no corpo de gente com animais e plantas, de biologia, mais outros assim. Mas falar respeito, ajudar, rir junto, chorar com pessoa que sofre, pensar e fazer maneiras boas, jogar, dançar, cantar, não fala nada ou fala pouco. Parece escola mais carteira, mais bilogia, história ficou educação. Problema dele é aqui não tem escola, escola está velho, escola falta água, escola não tem carteira, e mais coisas de assim. Mesmo forma como Ministério de educação trabalha parece que escola sozinho faz educação. Ministro lá em cima chama de educação, depois mais em baixo tem Director de Educação na terra menos grande de província e de distrito. Quando chega na escola educação acabou. Escola não tem Director de Educação. Tem director de escola. Makanda quando pequeno tinha escola todo lado sem carteira nem casa. Livaleni era escola, em casa era escola, na aldeia era escola, na igreja era escola. Depois escola mas grande foi na escada da igreja com professor que estudou ser professor, mais

ardosia, livro e quadro. Mas educação de aldeia, dos pais, dos velhos, de livaleni continuava. Professor da escola das escadas de igreja falava muito com pais e velhos da aldeia para juntar maneira de educação de crianças. Mesmo catecismo não tinha casa nem carteira. Padre mais irmãs também juntava muito com professor, pais e pessoas de aldeia fazer educação juntos. Makanda quando estudou mais foi outra escola mais grande agora com casa, carteira. Também professor daqui quando aluno não vai bom de saber coisas ou ter maneiras não bons, ele falava com pais de aluno para junto fazer educação. Quando pessoas de Frelimo chegou com maneira de pensar diferente, mudou coisas de escola de Portugal. Mas ficou coisa de educação conjuntamente com comunidade. Escola tinha pessoas que fazia de ligar escola com comunidade. Pais ia na escola muito. Falar com professor, brincar com criança, limpar sujidade de escola, e mais outros. Uma vez Makanda Ministro visitou escola de crianças de aldeia. Escola era com maticado e capim. Visitou sala de escola, machamba, casa de banho e outros. Sala de estudar não tinha carteira. Makanda ficou pouco zangado. Depois fez reunião para conversar com alunos. Aluno falava pouco ou nada língua de português. Ministro Makanda falava de português, professor descozinhava com língua dali para criança ouvir. Makanda fez outra reunião com professores e pessoas de comunidade. Mostrou zanga porque escola não tem carteira e aluno não fala português. Está aprender o que? Está perder tempo de governo com aquela escola que aluno não aprende português. Pessoa da comunidade que estava na reunião pediu falar. Ministro Makanda disse ele falar coisa de coração dele. Pessoa falou Sr. Ministro, aqui tempo atrás não tinha escola nem carteira. Mas tinha educação. Depois com ideia de Frelimo nós fez esta escola. Criança vem aqui estudar coisas de vida. Não viu machamba que aluno faz bem? Não viu latrina que aluno aprendeu fazer e limpa todos dias? Não viu que aluno sentou com respeito para ouvir Sr. Ministro? Quando Governo tem professor bom, mais carteira, mais outras coisas, nós vai dizer obrigado. Mas primeiro precisa aldeia toda para educar criança. É muito bom ter professor estudado, casa mais melhor, carteira e mais, mas primeiro aldeia

sozinho ou com governo é escola. E mais não disse. Makanda ouviu e falou obrigado com fechamento de reunião. Contou história na reunião de Ministros. Mukhulhwani Maior falou que pessoa de comunidade tem razão. Escola de governo ensina mal. Ensina pessoa compreender problema e repetir resposta que professor ensinou. Quando compreende problema e resposta de professor já passou. Quando aluno passou tudo e faz trabalho no governo, pensa problema e pensa resposta e fica contente. Não precisa fazer. Só precisa saber. Para fazer manda pessoa de baixo, e este de baixo, manda debaixo mais. Pessoa ultimo debaixo não sabe fazer. E problema continua porque aprendeu responder, não fazer. Se não sabe responder, guarda problema na gaveta ou procura consultor, doador para responder. Problema pode apodrecer de podre. Mas na escola de comunidade resposta tem que encontrar e fazer e como na comunidade precisa País todo para educar criança a fazer e não esperar carteira e escola.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here